Partido Socialista de Caldas das Taipas

pstaipas@gmail.com

Menu
Partido Socialista

Vila de Caldas das Taipas

Caminhada em defesa do Rio Ave junta uma centena de pessoas

Por In Caldas das Taipas On Fevereiro 21, 2017


A iniciativa decorreu no passado Domingo, na Vila de Caldas das Taipas.

Os elementos eleitos pelo Partido Socialista local promoveram uma caminhada pelas margens do Rio Ave com o objetivo de identificar potenciais focos de poluição existentes, explicar o processo de reabilitação dos Rios e sensibilizar e envolver a comunidade para o trabalho está a ser desenvolvido no âmbito da candidatura de Guimarães Capital Europeia Verde. A caminhada que teve a duração de cerca de 2 horas, contou com a participação de Francisco Carvalho, Investigador na área da Ecologia do Laboratório da Paisagem que está a elaborar a candidatura de Guimarães a Capital Verde Europeia em 2020, de Armindo Costa e Silva e Domingos Bragança dirigentes socialistas vimaranenses.

No percurso os cerca de 100 participantes ouviram as explicações do investigador sobre o trabalho que está a ser desenvolvido pelo Laboratório nos Rio de Couros e no Rio Selho, afluentes do Ave, trabalho que se pretende extensível a este último é que é o maior Rio de toda a bacia hidrográfica do Ave. Paralelamente foram plantadas duas árvores ripícolas na margem da ribeira da Canhota simbolizando a importância da flora dos rios para a reabilitação dos recursos hídricos.

Durante a caminhada foi visível o mau estado de conservação das margens do Rio, da vegetação invasora existente, do lixo e de alguns focos de contaminação que farão parte de um relatório que será enviado pelos membros do Partido Socialista para as autoridades locais, regionais e nacionais.

Luís Soares, o líder local do Partido Socialista relembrou que esta iniciativa reforça a consciencialização da população para a importância do Rio Ave nesta comunidade da vila das Taipas, mas também de todas as comunidades que são atravessadas por este curso de água. À margem da iniciativa o Socialista deixou o desafio de construção de uma Laboratório do Rio Ave, para monitorização do processo de reabilitação, e despoluição de toda a bacia hidrográfica do Ave. “Há já alguns exemplos no país de Laboratórios de Rios. O Ministro do Ambiente inaugurou um exemplar no Nordeste Transmontanos. O Ave passa na Vila das Taipas e pelo trabalho e experiência que temos é justo reivindicar a instalação de um equipamento destes na nossa Vila. É preciso devolver os Rios às populações. Limpar as margens, despoluir os cursos de água e reabilitar as praias fluviais. É um desafio difícil, mas que deve merecer o empenho de todos.”